Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

O capitão

IMG_2896

Falta-lhe o rosto a saber a sal e o cabelo encrespado pelo mar. Os sapatos magoam-lhe os pés e as meias fazem-lhe comichão nas pernas. Não foi feito para estar em terra. Vive cada dia na esperança que uma missiva lhe traga uma nova missão. Não tem dificuldade em encontrar tripulação. Todos reconhecem o seu espírito de liderança.

Respitam-no, pois nos dias de ócio no mar, também tira a camisola e luta corpo-a-corpo com os seus homens para afastar o tédio e a tensão. Sabem que mesmo na pior tempestade, é o seu capitão que, amarrado por uma corda, segura o leme e que os conduz para porto seguro. Não admite furtos, nem rixas de amor entre os homens, mandando açoitar impediosamente os prevaricadores sempre que tal acontece.

Perdeu a conta aos lábios que beijou e aos corpos que acariciou, em cada porto em que parou. Há apenas um rosto de cara sardenta que não é capaz de esquecer. O cheiro daqueles cabelos cor-de-fogo perseguem-no nas noites em que o céu está completamente limpo e estrelado.

Gosta de subir ao cesto da gávea, encher o olhar do horizonte infinito e de imediato sente o seu coração a bater ao compasso do balanço do mar.

Oxalá que em breve tenha uma nova missão!

Heartbroken Girl #3

 IMG_2880

Encheste-me o olhar de sonhos.

Numa mão trouxeste raios de sol com que aqueceste cada um dos meus dias.

Na outra, carregaste pedaços de luar que me embalaram em cada noite longe de ti.

Trouxeste contigo o cheiro do mar que lembrava todos os castelos que construímos na areia.

Deixaste os meus bolsos cheios de esperanças e desejos.

Trouxeste contigo uma brisa suave que fez o meu coração voar bem mais alto.

Até que partiste...

Heartbroken girl #2

 IMG_20170120_110625

Sou feliz quando...

a luz do teu olhar é suficiente para guiar o nosso caminho

o teu sorriso basta para me dar força no caminhar

o teu abraço cura todo o cansaço

no teu colo se desmoronam todos os meus receios

me transformas em algo melhor, como por magia

adormeço embalada pelo teu canto

um beijo teu chega para me fazer acreditar

a tua mão na minha me dá coragem para passo a passo, viver, amar!

Poções de amor

 

IMG_2858

Estas poções de amor que me encomendam são cada vez mais difícieis de produzir. O último dragão extinguiu-se há 150 anos. Em breve deixarei de ter escamas para adicionar. Ando aqui a esticar as poucas que ainda tenho. As mandrágoras já só se conseguem encontrar no cume das mais altas montanhas por causa das alterações climáticas. As flores-de-lótus só florescem quando o rei faz anos, devido ao El-Niño andar todo trocado. Cortar os bigodes aos gatos tem que ser uma coisa muito bem feita, que se alguém repara sou alvo de queixa por maus-tratos a animais...

 

Mas continuam a querer o raio das poções de amor. São as mais pedidas, acreditam? Quando me pedem um cataplasma, um xarope, ou determinado chá, para alguma doença esquisita, esperam o tempo que for preciso. Sim, que há algumas coisas que demoram o seu tempo a fazer. Agora, quando me pedem uma poção de amor, já sei que não me largam enquanto não a tiver pronta. Mandam telegramas e pombos-correio a apressar-me. Que precisam muito e muito e muito da poção e que a coisa é urgentíssima. Dizem que lhes falta magia nas suas vidas. Tenho para mim que habita um mágico em cada um de nós e que se dermos o melhor de nós aos outros, a magia acontece. Acho que não é com as minhas poções que as coisas se resolvem, mas se isso os ajudar, farei todas as poções que conseguir.

Apanhado!

IMG_2847

O plano era infalível. Estavam todos a postos e tudo o que era necessário fora conseguido: a dinamite, as armas, os cavalos, as notas falsas e até o clorofórmio para pôr a dormir qualquer interveniente desnecessário.

O plano era simples: o comboio teria necessariamente que abrandar junto à velha mina, cuja linha estava em obras. Nessa altura Wyatt, saltaria para dentro da carruagem e trataria de colocar a dormir os dois soldados que muito provavelmente já o estariam a fazer devido à bebedeira promovida pelos seus cúmplices antes da partida do comboio. À chegada ao desfiladeiro, Billy e Ringo fariam explodir parcialmente os carris, para que a coisa parecesse apenas um acidente e ajudariam Wyatt a neutralizar o maquinista. Fariam explodir o cofre que transportava o dinheiro e substituiriam as notas novinhas em folha, pelas notas falsas. E escapariam facilmente.

O plano falhou. A perseverança do xerife Wayne que perseguiu Wyatt e o seu bando até os apanhar com a mão na massa, impediu que o plano infalível e simples fosse avante. A esta hora, os calabouços do xerife já têm novos inquilinos.

Acreditas em unicórnios?

 IMG_2848

Na última das grandes florestas habitam ainda alguns unicórnios. Esses mesmo. Esses, que nos disseram não existirem. Maria sabe que eles existem. A sua avó mostrou-lhos, quando um dia ela chegou da escola de olhos repletos de lágrimas e com o coração entristecido.

- A professora disse que eles não existem, avó! - foram as suas únicas palavras.

A avó pegou-lhe na mão, aqueceu-lhe uma caneca de leite com chocolate e olhando-a fundo nos olhos, repetiu-lhe as histórias que lhe contava desde que ela nascera. Que os unicórnios existiam. Que eram poucos, era verdade. Mas que eram verdadeiros. Que viviam na última das grandes florestas e que eram animais muito especiais, que cuidavam da Terra e que eram mágicos, pois lutavam para que no coração de cada criança que nascia, o Bem prevalecesse sempre.

Passados uns dias, a avó acordou a Maria bem cedo e levou-a a conhecer os unicórnios. Embrenharam-se bem fundo no coração da floresta. Ali podia sentir-se o coração da Terra a pulsar de vida. Os unicórnios aproximaram-se suavemente e com cuidado tocaram na testa da Maria com o seu chifre. Ela sentiu um arrepio no corpo e só conseguiu sorrir de felicidade.

Hoje, é Maria que zela pela floresta e pelos unicórnios, tal como a sua avó fazia. Teve até o privilégio de ver nascer um pequeno unicórnio, que é coisa rara de acontecer. Só pode estar a fazer um bom trabalho.

Heartbroken girl

 

IMG_20170105_170159

Todas as noites ela sonha que ele lhe entregue um bilhete, que traga escrito "Gosto de ti". Sonha que ele lhe pegue na mão e a leve aos lábios, beijando-a suavemente. Sonha que a beije na boca e depois no pescoço, com beijos mornos e aconchegantes. Que a dispa devagar, sem pressa, tocando e beijando suavemente cada pedaço da sua pele branca e macia que vai surgindo. Ela sonha que terão prazer, os dois, ao mesmo tempo. Sonha que adormece nos braços dele e que acorda com o seu sorriso.

Todas as noites ela sonha.

Lucky day

IMG_2826

A volta do Ricardo é sempre a mesma. A maior parte dos dias faz o percurso de forma automática, já pouco se importando com o que se passa ao seu redor. Faz o seu trabalho: limpa cada recanto que lhe é exigido e poucas foram as vezes que algo de extraordinário aconteceu.

Mas hoje o dia acabou de forma diferente. Já no fim do turno, ao pegar numa velha mala que se encontrava atirada para um recanto sujo da rua, esta abriu-se e espalharam-se pelo chão dezenas de notas das mais variadas cores...

Tudo lhe passou pela cabeça, desde fugir dali para fora sem querer saber das notas, a ficar com aquele dinheiro todo só para si. Mas o grilo falante da sua consciência gritou mais alto e telefonou para a polícia, explicando o que tinha acontecido.

Pouco tempo depois chegou a Agente Rosinha, a tomar conta da ocorrência. Informou o Ricardo que se não fosse possível localizar o dono do dinheiro e se este não fosse relacionado com nenhum crime, ele teria direito a uma parte dele.

O Ricardo nem se atreveu a contar o dinheiro que ali estava. Ajudou a agente a guardá-lo e suspirou perante a possibilidade de ficar com uma pequena parte daquela pequena fortuna.