Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

O totem novo

20170719_195545

 Kayke tem em mãos uma tarefa árdua: daqui a alguns dias celebrar-se-á a festa das nove luas e a tribo ainda não tem totem, fruto de um fogo florestal que deflagrou e que inclusivamente destruiu parte do acampamento.

A tribo depositou em Kayke a responsabilidade de talhar um novo totem, reconhecendo a sua tremenda habilidade. É uma honra do mais alto nível e ele não quer defraudar as expectativas de todos.

Primeiro foi preciso encontrar a árvore certa: o tamanho em primeiro lugar e em segundo a maciez da madeira, para se poder trabalhar.

Encontrada a àrvore, foi preciso consultar os anciãos e escolher com eles os símbolos a entalhar, representativos da história da tribo: o grande chefe Águia Silenciosa, que arrancou escalpes em grande número e que defendeu os territórios da tribo desde tenra idade, o feiticeiro Raoni que salvou a tribo de uma doença particularmente mortífera e claro Anahí, a índia mais bela e que originara a maior descendência da tribo, entre tantos outros feitos.

O trabalho corre bem a Kayke. Está certo que completará a sua tarefa e que a tribo erguerá novamente o seu totem na noite de lua cheia do festival das nove luas.

Spaceman

20170715_121149

A reparação do módulo lunar não está a ser nada fácil. A reserva de oxigénio começa a escassear e ainda há algum trabalho até que a reparação esteja concluída. A respiração de Igor acelera, por vezes as mãos tremem-lhe, tem a boca seca e poderia jurar que o coração se mudara para a sua cabeça. Cada batida é quase ensurdecedora.

Todo o treino que teve dá-lhe a certeza de que tudo o que está a fazer está bem feito, por isso resta-lhe acalmar os nervos e obrigar-se a respirar pausadamente até poder regressar à nave para finalmente respirar às golfadas.

A última vez que se sentira assim, tão nervoso, fora há 2 meses atrás, ao pedir a mão de Ekateryna, no Jardim das Estrelas. Nunca como então o coração lhe batera tão forte, ao segurar a mão dela e colocar-lhe no dedo um anel.... E num ápice a reparação ficou concluída. Faltava um simples o-ring para tudo ficar bem. A recordação da sua doce Ekateryna, ajudara-o nesta tarefa.

Agora é voltar para a nave e respirar à vontade.