Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Reboliço na estação

Rotina? Não há rotina na vida de um polícia!

Aquilo que parecia ser uma patrulha rotineira pela estação do comboio, tranformou-se num reboliço, que acabou numa detenção.

 

O dia de trabalho estava já no fim, quando os agentes Rosa e Bruno foram chamados à estação de caminho-de-ferro. Aparentemente havia uma discussão entre avó e neto que começava a tomar contornos preocupantes, pois a avó empunhava um guarda-chuva e ameaçava desmanchá-lo na cabeça do neto.

 

Ao receberem a chamada, Rosa e Bruno entreolharam-se e sorriram. O dia iria acabar com uma qualquer discussão familiar, que aparentava ser de fácil resolução. Ao chegarem ao local, depararam-se com avó e neto gritando improprérios um para o outro, rodeados dos tradicionais observadores que lançavam palpites sobre quem teria razão.

 

Depois de dispersarem a pequena multidão que se aglomerara, dirigiram-se à avó que só gritava: prendam-no! malfeitor! ladrão!, enquando agarrava, sacudia e tentava espancar o rapaz com o guarda-chuva. No meio de tanto puxão, sacão e encontrão, o gaiatão deixa cair a mala que se abre deixando à vista de todos, vários maços de notas de pequeno e grande valor, deixando claro, que afinal não se tratava do neto da avozinha, mas sim do responsável pelo assalto à estação de correios que decorrera na noite passada!