Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Limpezas...

Após a conquista, a fase mais difícil da tomada de um local é torná-lo limpo. Neste caso em particular, o trabalho que há pela frente é muito, especialmente tendo em conta  frio que está. O céu azul e perfeitamente limpo é enganador e as temperaturas têm estado pouco agradáveis.

 

O castelo é imenso e foi deixado num estado lastimável. Há barricadas por todos os lados e marcas de fogueiras em cada canto. O lixo é muito e encontra-se espalhado por todo o lado. O cheiro é por isso nauseabundo. Além disso, quando perceberam que tudo estava perdido, os anteriores ocupantes trataram de vandalizar quase todas as salas do castelo, inviabilizando a utilização das mesmas. Cadeiras destruídas, mesas transformadas em carvão, tapetes destruídos, janelas arrancadas e armas amolgadas, são os despojos que restam, que pouca ou nenhuma utilizada têm agora.

 

As cozinhas são um mar de cacos, com todas as peças de barro destruídas. Tachos e panelas encontram-se tão encardidos, que dificilmente se conseguirão recuperar. Os poucos produtos que restam foram maldosamente espalhados pelo chão e espezinhados.

 

Carpinteiros, pedreiros, ferreiros e latoeiros, costureiras e tantos outros trabalhadores serão necessários para ajudar nos trabalhos de reparação e requalificação do castelo. O Inverno será rigoroso, mas haverá trabalho para muitos, o que nos tempos que correm, é coisa boa de se ter.