Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Mimos de avó

O regresso a casa, às sextas-feiras, depois de terminado o dia de escola é sempre animado. Primeiro porque se aproximam dois dias de brincadeira sem interrupções por afazeres escolares; segundo porque é dia de lanche em casa da Vó Quicas, avó do Tiago.

 

Às sextas-feiras, é a Vó Quicas que se encarrega de ir buscar à escola o neto e mais dois amiguinhos e que os mima com um lanche preparado com todo o carinho. A pequenada mal chega a casa, corre num tropel para a mesa, deitando-se a adivinhar a ementa do lanche. O Samuel prefere as panquecas com mel, a Marina os scones barrados com manteiga e o Tiago o bolo de laranja com cobertura de chocolate.

 

Hoje há torradas com compota de morango e os miúdos devoram tudo num instante, lambuzando mãos e roupa. Terminado o lanche, ajudam a levantar a mesa e não se escapam de fazer os trabalhos de casa de imediato, se os houver. A Vó Quicas é inflexível neste ponto e só os deixa ir brincar, depois de estarem feitas todas as tarefas escolares. Depois dos deveres, têm direito a uma fatia do famoso bolo gigante da avó que devoram enquanto decidem a que é que vão brincar!