Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

O capitão

IMG_2896

Falta-lhe o rosto a saber a sal e o cabelo encrespado pelo mar. Os sapatos magoam-lhe os pés e as meias fazem-lhe comichão nas pernas. Não foi feito para estar em terra. Vive cada dia na esperança que uma missiva lhe traga uma nova missão. Não tem dificuldade em encontrar tripulação. Todos reconhecem o seu espírito de liderança.

Respitam-no, pois nos dias de ócio no mar, também tira a camisola e luta corpo-a-corpo com os seus homens para afastar o tédio e a tensão. Sabem que mesmo na pior tempestade, é o seu capitão que, amarrado por uma corda, segura o leme e que os conduz para porto seguro. Não admite furtos, nem rixas de amor entre os homens, mandando açoitar impediosamente os prevaricadores sempre que tal acontece.

Perdeu a conta aos lábios que beijou e aos corpos que acariciou, em cada porto em que parou. Há apenas um rosto de cara sardenta que não é capaz de esquecer. O cheiro daqueles cabelos cor-de-fogo perseguem-no nas noites em que o céu está completamente limpo e estrelado.

Gosta de subir ao cesto da gávea, encher o olhar do horizonte infinito e de imediato sente o seu coração a bater ao compasso do balanço do mar.

Oxalá que em breve tenha uma nova missão!