Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

O campo na cidade

O Pastor Abel é um pastor à moda antiga. Só que é um pastor da cidade.


Teimosamente, vai espalhando o seu rebanho pela cidade, onde todos já o conhecem. Uns abanam a cabeça à sua passagem, sensurando este modo de vida pouco adequado à vida citadina. Outros sorriem perante a teimosia de manter um estilo de vida tão artesanal.


A quem o interpela, o pastor diz que não são prédios, carros, ou lojas que alimentam quem tem fome.

Insiste em beber o leite das sua cabras e fazer a sua manteiga. A D. Maria, sua esposa, é a única pessoa da cidade que sabe fiar a lã das ovelhas que o marido tosquia sazonalmente e faz os melhores queijos da região (que vende clandestinamente, pois recusa-se a usar recipientes e instrumentos esterilizados, certificados e verificados, que produz com as suas próprias mãos e com os recipientes herdados da avó a quem sempre gabaram o jeito para os queijos).


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.