Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

No totem!

E eis que sem saber muito bem como, o Xerife se viu rodeado de índios e sem possibilidade de pedir auxílio.

Rapidamente os índios ficaram-lhe com o cavalo e tiraram-lhe a pistola. Arrastaram-no até ao acampamento e amarraram-no ao totem de guerra.

Parece que o Xerife está perigosamente à beira de ficar sem o escalpe... Pelo que sabe, ficar amarrado ao totem não é um bom presságio...

Os índios dançam freneticamente à sua volta agitando as lanças e os machados de guerra, uivando em direcção ao céu.

O Xerife só pode esperar que se trate de uma qualquer ritual índio amigável, pois se isso não acontecer, em breve o seu escapalpe balançará na cintura do bravo guerreiro índio que o apanhou...

À espreita dos índios

Huuummmm, nunca se sabe o que estes índíos andam a preparar... Umas vezes estão num sítio, outras noutro... 

Parece que desta vez andam apenas a caçar bisontes. Antes bisontes que o gado dos nossos cowboys.

Devem estar a preparar as provisões para o Inverno que vem aí. Não sei como aguentam comer carne de bisonte todo o Inverno...

Bom, já vi que por aqui está tudo calmo. Vou à minha vida!

 

O juramento

Ao pôr-do-sol, na Baía da Tartaruga, 4 piratas fazem um juramento de sangue.

O tesouro está enterrado, o mapa está desenhado e será dividido em 4 partes, para que ninguém o possa encontrar.

De hoje a 13 luas cheias, os 4 piratas reencontrar-se-ão aqui, e dividirão o tesouro em partes iguais...

Sob o totem dos piratas - a jolly roger, o juramento foi selado com sangue!

 

Operação Stop

Numa acção de sensibilização para os condutores que transportam crianças, a Agente Rosadinha certifica-se que a Família Meireles cumpre todos os requisitos de segurança necessários.

 

E tudo está bem quando acaba bem. O descapotável azul da família está em ordem, as crianças estão correctamente sentadas e a utilizar o cinto de segurança, pelo que a Agente Rosadinha dá os parabéns à Família Meireles e deixa-os partir para mais uma tarde em família.

 

 

Duelo de feiticeiros

 Hoje, os feiticeiros das 3 maiores tribos da região, Guardião da Noite, Espírito Selvagem e Bisonte Amarelo, encontram-se para o seu duelo anual. 

 

Cada um trouxe das suas tribos os melhores unguentos, os melhores chás e as melhores danças, cujos resultados serão colocados à prova e avaliados pelos chefes de tribo.

 

A prova mais exigente, é a última, em que os feiticieiros são deixados bem longe, apenas com um pouco de água, sem alimento ou agasalho e terão que regressar, sobrevivendo e orientando-se, recorrendo aos seus vastos conhecimentos.

 

Que o espírito do vento os ajude!

 

Visita de estudo #4

Esta é a zona de treino, meninos. Aqui os cavaleiros treinam o manejo da espada, a pontaria e luta corpo a corpo.

A estabilidade do reino dependia do trabalho que aqui se fazia.

Ah sim e claro, muitas vezes a vida do rei dependia da eficácia destes cavaleiros!

 

Visita de estudo #3

Como podem ver, aqui é a zona dos estábulos dos animais.

No Castelo vivia muita gente, que era preciso alimentar.

 

Sim, podem ir fazer festas aos animais. Mas um de cada vez, senão eles assustam-se!

Aproveitem e façam perguntas ao Sr. Pastor e à Sr. Leiteira sobre a vida no Castelo.

Amanhã na escola têm que fazer uma redação sobre tudo o que viram, não se esqueçam!

 

Visita de estudo #2

- Esta é a prisão do Castelo. Como podem ver, está praticamente inacessível e muito bem guardada, o que tornava muito difícil as fugas dos prisioneiros. De facto, apesar de inúmeras tentativas, nenhum dos prisioneiros conseguiu escapar!

 

- Professora, professora, olhe!!

 

- Vasco Manuel, mas o que fazes tu aí em cima. Desce imediatamente! Esta parte do Castelo não é para visitas. Chega bem veres aqui de baixo. Depressa, vá, antes que eu me zangue a sério contigo!!