Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

O prisioneiro | The prisioner

IMG_6273

Por trás daquela porta está encarcerado o irmão do rei. Nunca o vi. Contrataram-me depois de ele já estar preso. Não sei o que fez. Diz-se por aí que preparava um golpe contra o irmão, para passar ele a governar o reino. Provas do que se passou, não as vi. Testemunhas não há.

O certo, é que tenho de aqui passar três vezes por dia, bater à porta e ele tem que me responder. Caso ele não responda, terei que o transmitir ao chefe da guarda, que se encarrega de lá ir de lhe dar uns belos safanões para que não se esqueça de o fazer.

Na verdade, tenho-me afeiçoado a ele. Desconheço o que faz com o longo tempo que tem em mãos. No outro dia, passei-lhe por debaixo da porta, uma folha, que encontrei no lixo do castelo. Pareceu-me um poema, mas eu não sei ler. Ele sim sabe e talvez por alguns breves minutos, se tenha distraído. Na ronda seguinte, sussurrou-me um rouco obrigado.

 

Behind that door it is encarcerated the king’s brother. Never saw him. I was hired after he was already inside. I don’t know what he did. They say he was preparing things to rule out his brother and be the king himself. Evidences of what happened i never saw. Witnesses there are none.

All i know is that i have to pass by every day, three times a day, knock at the door, and that he have to respond me. If he doesn’t, i have to report it to my chief, that comes by, to shake him a bit, so he doesn’t forget to do so.

In fact, i have become fond of him. I don’t know what he does with all the time he has in hands. In the other day, i manage to fit under the door, a paper with a poem, or so it seemed, that i have found in the castle garbage. I don’t know how to read, but he does. So, hoppefully, maybe he go to distract himself for a few minutes. In the next round, he whispered me a hoarsed “thank you”.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub