Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Princesa e cavaleiro | The princess and the knight

IMG_6230.JPG

Uma sombra persegue Lady Amy pelos corredores do castelo. Onde quer que vá, ele lá está, antecipando cada movimento dela. Para lhe abrir uma porta, para lhe segurar o cavalo para que monte, para lhe ir buscar algo de que se esqueceu, para cobrir os seus ombros com a sua capa, quando ela não está bem agasalhada, Sir Will encontra sempre forma de estar perto dela.

Sem lhe querer dar muitas esperanças, Lady Amy não deixa de sorrir perante a simplicidade e enlevo do cavaleiro. A sua mão está destinada a Dom Martim e todos sabem disso. Mas enquanto o noivado não acontece e o casamento se consume, Sir Will aproveita cada oportunidade para estar perto da sua amada.

Nos dias em que ele não está de serviço no castelo, arranja forma de se fazer perto. Ora envia um pombo correio que lhe deixa uma flor na janela, ora deixa na sua capa uma pedra em forma de coração, ou arranja forma de colocar entre as folhas da sua bíblia pessoal uma folha dua sua árvore preferida. Ao encontrar estes pequenos nadas, o coração de LAdy Amy enche-se de um todo, a que só pode chamar Amor.

 

 

A shadow persues Lady Amy's footsteps along the castle allways. Wherever she goes, he is there, anticipating each of her moves. To open a door for her, to hand her horse still while she can step up on her horse, to go find anything that she forgot, to put his cape around her arms when it's cold, Sir Will always finds a way to be there, by her side.

Lady Amy don't want to give him any kind of hope, but she smiles before such simple deditation and delight. Her hand is destined to Lord Martim and everyone knows that. But while that engagment isn't effective, Sir Will takes each opputinity to be around his beloved.

In the days that is not in service at the castle, he always find a way to be close to her. He sends a carrier pidgeon to leave a flower in her balcony, he lefts in one of her cape's pockets a stone in the shape of a heart, or manage to put a leaf of her favourite tree between the pages of her personal bible in castle's chapel.

By finding these little nothings, Lady Amy's heart fills with a whole, that can only be called love.

Legado | Legacy

IMG_6225

Este é um grande reino filha minha. Dar-te-á as maiores dores de cabeça, mas também alegria, se conseguires que prospere. Mantém o povo feliz. Esses são os teus principais apoiantes. Tolera o clero e os nobres, mas não lhes dês mais atenção do que a necessária. As suas alcovas são antros de traição, quezílias e conspirações permanentes. Escolhe para confiar e teres ao teu lado, pessoas que tenham subido na vida por força do seu carácter e não olhes tanto a títulos ou bolsos cheios de forma duvidosa. Toma atenção aos comerciantes. Eles viajam muito e conhecem realidades diferentes da nossa. Mantém-te informada sobre os seus negócios e apoia-os sempre que defenderem os interesses do reino. A nossa prosperidade depende em grande monta da sua actividade. Não permitas que o povo passe fome. Mantém-no entretido e seguir-te-á até à morte.

Espero ver-te casada antes de abandonar esta vida, mas sinto as forças a deixarem-me e tens-te mantido tão intransigente quanto a este assunto, que já desisti dessa ideia. Já tomei conhecimento que essa corja de nobres bajuladores principiou a conspirar contra mim e que desejam ardentemente que morra sem que tenha passado para ti a minha coroa, deixando em aberto a corrida para soberano do reino. Assim, decidi que receberás a minha coroa daqui a quinze dias, na próxima lua cheia.

Em breve serás rainha deste reino, a melhor rainha que este reino já teve.

 

 

This is a great kingdom, daughter of mine. It will give the biggest headaches, but it will also give you joy, if you can make it prosper and evolve. Keep the people happy. Those are your best supporters. Tolerate clergy and nobility, but don't give them too much attention. Their alcoves are a dan of treason, bickering and conspiracy. Choose to trust and be by your side the ones strong in character, not those who have titles in their names, or pockets filled with money earned in a doubtful way. Pay attention to the business man. They travel a lot and know so much more about what's going on beyond our bourders. Keep posted about their deals and support them every time they stand for the kingdom best interests. Our prosperity is mostly in their hands. Don't allow our people to starve. Keep them entertained and they will follow you.

I hope to see you married, before leave this life, but i feel weaker and you have been so resolute about this subject that i already given up. It became to my knowledge that some of our sycophant nobility started conspire against me, wishing my death, as i haven't passed my crown to you, leaving the run to kingdom's sovereign open. So, i decided that you will take my crown in a couple of weeks, in the next full moon.

Soon you will be the queen of this kingdom, and the best queen it ever had.

Sir Paul

 

IMG_2757

Líder carismático de dezenas de cavaleiros, Sir Paul sucumbiu finalmente perante a espada de um salteador, enquanto percorria a cavalo as terras que obtivera como recompensa das suas várias campanhas contra infiéis e na defesa do reino.

Formou inúmeros cavaleiros, mostrando-lhes com o seu exemplo a serem corajosos no campo de batalha e homens sérios e dignos de confiança no seu quotidiano.

Era reconhecido em qualquer canto do reino e os pequenotes fizeram dele o seu herói e até as raparigas mais rebeldes, levadas pelo seu carisma, brincavam com a espada e aprendiam a montar às escondidas.

Dono de um olhar profundo e de um sorriso contagiante, diziam que conseguia domar o corcel mais selvagem com o tom da sua voz e o toque das suas mãos. Nunca foi possível confirmar a veracidade deste rumor, mas a verdade é que quando ele entrava nas cavalariças e fazia soar a sua voz, os animais mais inquietos acalmavam. Era frequente ordenar que colocassem água fresca e reforçassem a dose de ração dos animais.

Pérola Negra, o seu cavalo, reconhecia o seu assobio ao longe e trotava alegremente ao seu encontro quando andava a pastar pelos campos. Nunca tinha cicatrizes de esporas e andava sempre com o pêlo lustroso.

A aldeia em peso prepara-se para se despedir do cavaleiro, depois de terem organizado uma gigantesca caça ao salteador assassino.O seu corpo jaz pendurado com o pescoço partido, na torre da igreja.

Dizem que o próprio Rei virá ao funeral de Sir Paul.

O regresso

IMG_1899

A jornada foi longa por terras distantes. Há muitos meses que o corpo cansado de George se ressente com saudades do conforto da sua terra, da sua gente e do seu amor.

Conheceu um pouco mais do mundo, mas reconhece agora que a melhor parte desse mundo está ali, naquele pequeno recanto do bosque, naquela pequena casa e nos braços de quem lá está dentro e o espera de coração apertado, desde o dia em que partiu.

Lágrimas de felicidade teimam em sair cá para fora. Houve momentos em que teve a certeza que não regressaria aqui. Houve batalhas duras e cruéis que o fizeram duvidar de que voltaria a ver a sua mulher.

Traz consigo algumas moedas, que permitirão viver desafogadamente algum tempo, mas traz também marcado na alma a crueldade da guerra e a certeza do quão insana e sem sentido esta se pode tornar.

Regressou e isso é o mais importante. Agora o tempo encarregar-se-á de o fazer esquecer os gritos dos cavaleiros que assim procuravam espantar o medo, o relincho dos cavalos aterrados e o barulho de metal contra metal nas escaramuças corpo a corpo, que agoram povoam a sua cabeça e pior que tudo, também os sonhos.

Garreth e Boors

IMG_0899

O brinde é merecido. Garreth e Boors acabam de regressar de uma jornada de luta pelo bem.

A pedido do rei, estiveram a patrulhar a Estrada dos Mercadores, pois os seus utilizadores eram frequentemente assaltados violentamente, por um bando de malfeitores, que se divertiam a aterrorizar as gentes que ganhavam a vida honestamente.

Foram vários os mercadores que se apresentaram perante o Rei, e lhe pediram protecção, pois a Estrada estava a ficar perigosa e era cada vez menos utilizada, com prejuízo de todos. Assim, o Rei Artur encarregou dois dos seus cavaleiros da Távola Redonda, que lhe trouxessem esses malfeitores, para ele próprio os julgar.

Depois de um mês a dormir na beira da estrada, emboscados e a preparar várias investidas, os cavaleiros atingiam os seu objectivo: capturaram quatro dos malfeitores e dois outros acabaram por morrer à espada dos cavaleiros, recusando render-se. 

Os calabouços do castelo têm hoje novos inquilinos e Garreth e Boors, poderão finalmente tomar um banho e dormir em casa com as suas famílias, com o sentido de dever cumprido.