Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Viagem em família | Family road trip

20210203_103607

Após um ano trabalhoso, a família partiu finalmente de férias! Carregaram o carro com o essencial e lá partiram à aventura. Decidiram fazer uma viagem ao sabor da vontade e da preguiça dos dias. Têm alguns locais que querem mesmo visitar, o resto far-se-á de acordo com a disposição e a curiosidade de cada dia. 

O velho carocha, herdado do Tio Quim, foi laboriosamente recuperado e restaurado e está pronto para muitas mais aventuras. É um sucesso por onde quer que passe.

 

After a hard working year, the family finally went on vacations! They stuffed the car with the essential and left for adventure. They decided to do a road trip and to go wherever the will or the laziness of the days. They have a few place they really want to go, but the rest will be done according the day's mood or curiosity.

The old beetle, inherited from Uncle John, was laboriously recovered and restored and is ready for some new adventures. It is a success wherever it goes by.

Carnaval | Carnival

20210216_141529

20210216_141726

20210216_142001

Tudo animado no baile anual da sociedade da terra! O desfile jé percorreu as ruas da vila e agora é dançar até não poder mais.

 

Everyone cheered up at the mascarade ball on town's old society! The parade ran through the town's streets and now, the only thing left to do is dance till you can't anymore.

A felicidade está na aldeia | Hapiness is in the village

IMG_6046

A aldeia é pequena e todos sabem quem são os outros. Os mexericos, rumores e boatos percorrem a rua principal, espalhando-se depois por cada recanto da aldeia, sempre que algo de diferente se passa: pode ser um visitante nunca visto, uma ausência mais prolongada, um carro novo, ou simplesmente um penteado, ou uma roupa nunca antes usada.

Nasceram e cresceram ambos na aldeia. Ela sempre disse que nunca ficaria na aldeia e muito menos que casaria com alguém de lá. Ele assim que fez os 18, abalou a tentar a sorte em França. Reencontraram-se aos 23. Ela a tomar conta da pequena mercearia que herdou de uma tia-avó. Ele desencantado com a vida longe do seu país, da sua língua e das suas gentes, pronto para voltar a cultivar a terra dos seus pais.

Hoje, a pequena mercearia reúne os melhores produtos dos arredores e tem clientela fixa, mesmo de fora da aldeia. Ambos, descobriram que afinal, aqui é que são felizes.

 

The village is small and everybody knows who is everybody. The rumors, gossip and whisperings flow along the main street, spreading into every corner whenever something different happens: a never seen guest, a long stay away, a new car, or simply a new haircut or clothes never used before.

They both born and raised here. She always said that would never stay or even get married with someone from the village. He, as soon as he was 18, flew away to try is luck in a different country. They reunited at 23, in the village, of course. She was the owner of a small grocery story wich she inherited from a great-aunt. He, disenchanted with the life abroad, far from his country, his language and his people, ready to farm his parents lands.

Today, the small grocery store gathers the best products arround and as fixed customers, even from outside the village. Afterall, they both discovered hapiness here!

Negócio de família | A family business

20201122_131809

O negócio é da família há várias gerações. Ana ainda se lembra de ir aprender a pescar com o avô, que já tinha aprendido com o avô dele. Na família, uns pescam, uns vendem o peixe e outros são responsáveis pelas tarefas de manuetenção das alfaias da pesca e dos barcos. Mas todos sabem fazer um pouquinho de tudo. E assim, em caso de necessidade, há sempre alguém que substitui alguém que precise. 

A Ana desenrascava-se muito bem a remendar as redes e a manter os barcos bem limpos e a trabalhar certinhos, mas desde os primeiros dias que a levaram para a venda, que perceberam que ali ela estava à vontade. A atenção que dava aos clientes, o cuidado com que amanhava os peixes e a sua honestidade, garantiram vários clientes que começaram por ser regulares e agora são quase amigos. 

O filho da Ana também já vai para a pesca com o avô ao fim-de-semana. Durante a semana querem-no sentado nos bancos da escola. O puto tem jeito para as letras e para os números e a família está convencida que será ele o primeiro a ir para a universidade. Quem sabe não ajudará o negócio como o que lá aprender?

 

The business is in the family from several generations. Anna still remembers to learn fishing with her grandfather, that already had learned with his grandfather. In the family, some catch the fish, some sell it and some take care of the equipment. Everybody knows how to do a bit of everything. This way anyone is capable to replace any other member of the family in case of need.

Anna had a natural talent to patch up the nets and keep boat engines running, but her thing is to sell the fish. Since day one that she was there, she treated every costumer gentle and with honesty, that they kept coming back. Some of them are almost friends now.

Anna's son is already going fishing with his grandfather. But only on weekends. At the week days, the family wants him in the school benches. The kid is gifted for the letters and numbers and the family are convinced that he will be the first to reach university. Who knows? Maybe he'll help the family business with the stuff he'll learn in there.

Pequenas pestes | Little criatures

20201025_135745

A turma é no geral bem comportada, a professora não se pode queixar. Engole em seco quando lhe vêem mostrar um sapo ou uma centopeia disfarçados de presente, não se importa quando mãos imundas de brincar na terra se agarram ao seu vestido para lhe ir mostrar qualquer tesouro encontrado e disfarça muito bem, quando lhe vêem dar um beijo lambuzado de caramelo, que lhe deixa a cara peganhenta durante um bocado.

No final do ano, conhecerá cada uma destas pequenas pestes: saberá a sua cor preferida, que comida detestam, a maior patifaria que já fizeram, mas também o que há de melhor naqueles corações. 

Ela não trocaria esta profissão por nenhuma outra no mundo.

 

Overall, the class is well behaved. The teacher as nothing to complain about. She gulpes when the kids show her a frog or a centipede as an amazing gift, she does not care about when dirty hands grab her dress to show her some ancient found treasure and disguises disgust when a smeared kiss leaves her cheek stiky for a while.

By the end of the school year she will know each one of these little criatures: she will know their favourite colour, wich food they hate, the most naughtiness they made, but also the best in their hearts.

She would not trade this job for any other in the world.

O fim das férias | Vacations end

IMG_5483

Aproveitam-se as últimas horas das férias. Daqui a dois dias, as crianças já estarão a enfrentar um novo ano escolar, que se avizinha um desafio: o primeiro ano de escola em que tanto há para aprender e para conhecer.

A Rita está entusiasmada, mas com um bocadinho de receio. O Tomás, encolhe os ombros e diz que não está nada preocupado, mas que desconfia que não vai gostar.

Os castelos na areia e as horas infinitas na praia já ficaram lá atrás. Em breve trocarão chinelos nos pés por ténis, as pás e os baldes por livros e canetas e a lancheira por uma mochila cheia de livros e cadernos. Os amigos das férias ficarão para sempre como uma doce recordação e com sorte, nos próximos meses, farão novos amigos para a vida.

 

Last hours of vacations are being enjoyed. In a couple of days, the kids will be facing a new school year, wich will be a challenge: the first year in primary school, where is so much to see, to know, and learn.

Rita is enthusiastica about it, altough she is a little scared. Thomas shrugges and say he his not a big worried, and that suspects that he ain't gonna like it.

Castle sands and endless hours on the beach are already behind. Soon they will switch slippers for shoes, shovel and bucket for books and pens and the lunch box for a backpack full of copybooks. Vacation friends will be forever a sweet memory and luckly in the next months they will be making friends for life.

O meu irmão gémeo | My twin brother

20200726_181731

Fui encontrar esta fotografia no meio de um livro que trouxe emprestado da casa da minha avó. Não fui capaz de me reconhecer, muito menos ao miúdo que estava ao meu lado, apesar de ela afirmar categoricamente que era eu. Com 95 anos, confesso que duvidei daquilo que ela dizia e fui investigar um pouco mais.

Gémeo, meu irmão gémeo!! Infelizmente morto nesse fatídico dia, naquela baía, em que toda a gente confiou que alguém estaria de olho em nós, os mais pequenos. Dizem que provavelmente eu vi o que aconteceu, porque foram dar comigo parada que nem uma estátua a olhar para a água. Dizem que não falei durante três dias e que quando o fiz não só nunca falei no sucedido, como nunca mais falei no meu irmão. 

Na altura não havia cá apoios psicológicos para ninguém, e cada um lidava com as suas coisas à sua maneira. Toda a família adoptou a minha estranha forma de lidar com o assunto, calando a sua existência. Do meu irmão sobreviveu apenas uma caixa com todas as suas fotografias, algumas roupas e um ou outro brinquedo, que a minha mãe como que escondeu em casa da minha avó. Tenho essa caixa agora e vou levá-la comigo e dar um longo abraço à minha mãe.

 

I found this picture in the middle of a book that i took to read from my granny's house. I wasn´t able to recognize myself, not even the boy next to me, despite granny firmly said it was so. I doubted her and her 95 years old, so i went to find thay out.

Twin, my twin brother!! Unfortunetly tragically deceased that day in the bay, when everybody trusted that someone was taking a look in us. They say that problably i saw what happened, as they found me staring at the water like a statue. They say that i didn't spoke for three days, and that when i did it, not only i never spoke about what had happened, neither i never spoke about my brother again.

In those days, psicologic support didn't existed and everybody dealed with their problems their own way. So, the all family adopted my kind of way of dealing with it, shutting up his existence. From my brother only survived a box full of photographs, some clothes and a couple of toys, that my mother sord of hided in my granny's house. I have the box with me now. I´m gonna take it and give a big big hug to my mother.

Até ao moinho | Till the windmil

20200822_184238

É o passeio preferido dos miúdos e nada os deixa mais felizes, do que aproveitar o fim de tarde e ir passear ao moinho, antes de regressar a casa, depois de um dia de escola. Nas tardes quentes, lá aproveitam para cravar um gelado ao avô.

E é nestes momentos que o avô sabe quem é o melhor amigo de cada um dos netos, qual a matéria de que eles gostam mais e a que é que mais brincam no recreio. Quais foram os melhores e os piores momentos do dia e os desafios que os netos enfrentaram: uma palavra mais difícil de ler, ou um desentendimento com um amigo no recreio.

Por entre corridas, jogos na areia, lábios besuntados de gelado derretido e pés molhados, as crianças esquecem deveres e responsabilidades e são simplesmente crianças.

 

It’s the kid’s favourite walk. Nothing keeps them more happy, than enjoying the end of the afternoon take a walk at the windmill with grandfather, before home, after school. In warmer days, they even get an ice cream.

Is in these moments that grandfather knows his grnchildren's the best friends names, wich subject they like the most and what they like to play more in the recess. What was the biggest chalenge they faced that day: a word to hard to spell, or a fight in the playground.

There, between runs, games in the sand, lips filled with leted ice cream and wet feet, the kids forget about their duties and responsabilities and they are what they are: children.

Os cães do tio Jorge | Uncle George's dogs

IMG_5010

Nas férias de Verão, não faltam ajudantes ao tio Jorge. Pudera, quem não gosta de ir passear cães, correr com eles e dar-lhes banho? E se houver cachorros então, ainda melhor! Os sobrinhos dizem que ele tem o melhor trabalho do mundo e no Verão, quando os pedidos para tomar conta dos animais são ainda mais, por causa das férias, os sobrinhos até acabam por dar jeito, para dar uma ajuda.

A Sara teve sorte hoje. Dois cachorros de uma vez! Enquanto o tio Jorge estava a treinar o Jacques, que entra em concursos de agility, a pequena brincou com os cachorros, até que eles exaustos, adormeceram. Depois do treino do cão crescido e da sesta dos cães pequens, deram um passeio no parque e no fim, todos tomaram um bom banho. 

Os dias com o tio Jorge passam sempre tão depressa!

 

On summer cavations uncle Jorge has no lack of helping hands. No wonder, who doesn't like to walk dogs, run with them or bath them? And if there is puppies even better! His nephews say that he as the best job in the world and in summer, when requests for taking care of dogs increase due to vacations, an extra pais of nephews hands is always helpfull. 

Sarah was lucky today. Two puppies in a row! While her uncle was trainning Jacques who is an agility competitor, she played with the puppies until they fall asleep exausted. After the big dog training and after the little dos nap, it was time to walk on the park and finally, a big bath for all.

Days with uncle Jorge pass so fast!

O colo da minha avó | My grandmother's lap

20200726_181130

É uma das minhas mais doces memórias de infância: o colo da minha avó.

Naquele colo aprendi a fazer crochet, comi laranjas sem fim, junto à lareira no Inverno e bebi tantas canecas de leite condensado com café, quase tantas, como de copos de refresco de groselha no Verão, que ela me preparava.

No colo dela, tanto cabia eu, como uma braçada de batatas acabadas de colher na horta, uma galinha pronta para ser depenada, ou um dos miúdos ranhosos da rua, criados descalços e sozinhos por ali. Tantas vezes a vi consolar algum, com uma festa na cara imunda, um bocadinho de colo, ou simplesmente ao lhes encher mãos e bolsos, com fruta, batatas ou pão, o que houvesse à mão.

O tempo da minha avó era mágico: havia tempo de sobra para mim e para me ensinar que se deve juntar uma pitada de sal ao bater as claras em castelo, ou como se cortam as couves para o caldo verde bem fininhas. Mas também havia tempo para a Santa Rita de quem era fiel devota. Todos os dias passava na igreja para ajeitar a sua imagem preferida: ora levava flores frescas, ora lhe passava um pano para lhe limpar o pó, ora simplesmente se sentada em adoração e oração. No tempo da minha avó havia sempre espaço para ajudar a nascer um bezerro de um vizinho, para ajudar a preparar o enxoval da neta de uma prima, ou para vestir pela última vez algum familiar mais ou menos distante, acabado de falecer.

As mãos da minha avó eram robustas e estavam sempre cobertas de calos, cortes e arranhões, que eram espelho da vida atarefada que levada. Mas, o colo da minha avó era macio, suave e quente. O colo da minha avó era feito de amor, de vida e de paz.

 

 

It’s one of my sweetest child memories: my grandmother’s lap.

There i learn to sew, i ate só many oranges sitting by the fireplace on winter time and drank só many cups of condensed milk with coffee and almost as many glasses of gooseberry juice that she used to prepare me in the summer.

I feeted in her lap, as well a harm full of potatoes just gor out of the land, a chicken ready to be plucked, or one of the snotty noses kids, that used to grow up in the street, barefooted and alone. So many times i saw her comfort them, with a gentle touch on their filthy faces, with a hug, or simply by filling their hands and pockets with fruit, potatoes or bread.

My grandma’s time was magical: there was time to teach me how to cook and how to grow a seed into a plant. But he had also time for Saint Rita, that she visited every day in the church. She brought fresh flowers, she cleanned the image or just stood there praying. In my gradma’s time there was always space to help a neighbour’s cow’s calf to born, to help to prepare some cousin’s grandaughter wardrobe, or even to help dressing for one last time a family member or a friend that just had died.

My grandmother’s hands were big and strong, and they were always covered with bruises and cuts, a reflexe of that busy life she had. But her lap was tender, soft and warm. My grandmother’s lap was made of love, of life and peace.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub