Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Na piscina | Pool day

IMG_0492

É difícil arranjar programa melhor para uma tarde de Verão para este rapaz, do que uma piscina!

O Martim encaracola os dedos dos pés ao tocar a água da praia. Molha-se até aos joelhos e diz que já chega. Fica arrepiado, diz que tem frio e acaba por passar o tempo a brincar na areia e pouco mais. O seu rosto só descontrai ligeiramente quando finca os dentes numa Bola de Berlim.

Mas dêem-lhe uma piscina e é vê-lo feito golfinho a nadar, a mergulhar e a fazer acrobacias. É praticamente impossível tirá-lo da água, mesmo quando tem os lábios roxos, a pele engelhada e treme incontrolávelmente de frio.

Sai da água apenas o tempo suficiente para secar ligeiramente e devorar o lanche todo. E durante o tempo que passa na piscina, o sorriso não lhe sai do rosto.

 

It's hard to get a better thing to do on a summer afertoon to this boy, than a swimming pool!

Martim's feet curl as soon he puts he's toes on the sea. He will not advance further as the water reach is knees, and say that will be enough. He get the shivers, and spends most of the time playing on the sand. He's face only relaxes, the moment he eats a cream-filled doughnut.

Give him a pool, and you will see him, swimming and diving and playing in the water, as a dolphin. It's really hard to get him out of the water, even when he's lips are purple, he's skin is crumpled and shivers incontrollably from cold.

He only get's out of the water time enough to dry a little bit and to devour afternoon snacks. While at the pool, he's smile never goes away!

Temos almoço | We have lunch

IMG_0617

A minha Maria vem sempre comigo à pesca, mas não tem paciência nenhuma para ficar aqui sentada muito tempo. Ela lá trás um livro, o crochê ou as palavras cruzadas, mas volta e meia levanta-se e anda por aí a passear. Raramente me vê a apanhar algum peixe. Eu costumo dizer que os peixes se assustam com ela. Ela costuma dizer que eu os compro aos outros pescadores.

Bom, pelo menos hoje já temos almoço!

 

My wife Maria always comes fishing with me, but the has no patience to be sitting here much long. She brings a book, the crochet or some crosswords, but soon she is bored and stands up and start walking around. She rarely sees me catching a fish. I use to say that she scares fish away. She says that i buy the fish from the other fisherman.

Well, at least we lunch today!

Blackie, a foca | Blackie, the seal

IMG_0496

Não é bonita a história da Blackie. A sua mãe foi devorada por um tubarão, e ela ficou na praia durante três dia a chamar por ela. Uns pescadores que assistiram a tudo, quiseram deixar a Natureza seguir o seu curso e não interferiram, mas ao terceiro dia, não foram capazes de deixar para trás aquela bolinha de pêlo indefesa e resgataram-na da praia.

Mal chegou ao centro de recuperação de animais marinhos, foi deixada ao cuidado da Joana, uma experiente tratadora, que tem por missão procurar devolvê-la ao seu habitat natural.

Depois de alguns dias, em que correu perigo de vida, por não se alimentar, a pequena Blackie lá se deixou seduzir pelos cuidados da Joana e começou a reagir.

Agora, a pequena foca tem que aprender a alimentar-se sozinha. Sem isso, não poderá ser devolvida à Natureza. A Joana prepara-lhe desafios e brincadeiras para a estimular e a Blackie tem demonstrado ser uma boa aluna e por isso a Joana está confiante de que a Blackie vá ter um futuro brilhante onde pertence: no mar!

 

Blackie has a tough story: her mother was eaten by a shark, and she stayed at the beach crying for her for three days. Some fisherman who watch it all happen, while doing their job, didn't interfere, letting mother nature take it's course. But at the third day, they couldn't leave that little fur ball one more time and rescued her from the beach.

As soon as Blackie arrived at the marine wildlife recovery centre, she was left at Joana's care, an experienced keeper, who as the mission of trying to put her back at her natural habitat.

After a few days in witch Blackie was in life danger for not feeding, the tiny seal began to respond to Joana's care, and startet to react.

Now, the little seal have to learn how to feed herself. Without that skill she could not return to the sea. Joana keeps challenging her with some games to stimulated Blackie and she is proving to be a good student. As so, Joana believes that Blackie will have a bright future ahead, in the place where the belongs: the sea!

Visita de estudo #8 | Field trip #8

IMG_9783

Não foi difícil escolher um local para visitar no final do ano lectivo, pois já estava escolhido desde o início: o jardim zoológico!

A turma trabalhou o ano inteiro o tema dos animais e dos seus habitats. Pesquisaram sobre os animais mais estranhos do planeta e aqueles que viviam em condições mais extremas. Fizeram uma exposição na escola sobre os animais em vias de extinção e realizaram trabalhos manuais que venderam a pais e amigos. Com o dinheiro conseguido, apadrinharam um animal. Decidiram ser padrinhos dos leões e até conseguiram reabilitar o seu espaço: os leões têm agora um recinto mais natural, onde se sentem bem melhor.

O ano não podia ter acabado da melhor forma!

 

It wasn't hard to choose a place to go in the end of the school year, cause it was chosen from the begining: the zoo!

The class worked all year round, the animal theme. They learned about them and their habitats. They searched for the strangest animal in the planet and for those who lived under the most extreme conditions. They prepared an exhibition in their school, about endangered species and even did some art work that was sold to family and friends. With the money they got, they sponsored the lions and rehabilitated their enclosure, getting them a much natural envirnoment, where the animals feel so much better.

The school year couldn't have ended in a better way!

Detalhes da oficina | Car repair shop details

20190414_154620

Por mais complicado que tenha sido o dia na oficina, o chefe não deixa sair ninguém, sem que tudo esteja devidamente limpo e arrumado.

- Uma oficina desarrumada não pode funcionar bem! - diz ele

Aliás, essa é a primeira tarefa que ele designa aos aspirantes a mecânico que aparecem na oficina, de vez em quando. Os primeiros dias deles são passados a limpar utensílios, a apanhar óleo e a organizar ferramentas.

No início foi difícil, mas agora todos reconhecem que se torna mais fácil trabalhar com a casa arrumada.

 

For has hard as the day was, the chief never let anyone out until everything is clean and in place.

- A messy car repair shop can't do it's job right! - he use to say.

By the way, that is one of the first tasks that he assigns to the mechanic aspirant that now and then apear at the shop. Their first days are spent cleaning appliances, pick up oil from the floor and cleaning and organizing the tools.

At first, it was hard, but now the all team agrees that is much easier to work with the house tidy.

Dia difícil | Hard day

20190414_154217

Hoje o dia foi difícil na oficina. Uma reparação aparentemente simples deu tanto, mas tanto trabalho, que o pessoal chegou ao final do dia completamente de rastos. Cada um resmungou para o seu lado o dia todo e mal conversaram uns com os outros.

Na mudança do óleo, o Miguel lubrificador apanhou um banho de óleo ao desapertar o bujão do óleo e deu cabo de duas chaves de filtros a tentar desapertar o filtro do desumidificador.

O Manel mecânico andou à luta com uma correia da distribuição que teimava em que não se manter no sítio devido e o Hugo das peças enganou-se no pedido que fez ao fornecedor e as peças vieram todas trocadas.

 No final do dia, enquanto arrumavam a oficina e se lamentavam do péssimo dia, lá decidiram que o melhor a fazer era ir petiscar e beber uma cerveja, para aliviar o stress.

 

It was a hard day at the car repair shop. An apparently simple repair gave such a bad time to the guys, that they complained all day long, barely talking to each other.

When changing the motor oil, Miguel the lubricator, got hit by a huge amount of oil, as he was having a hard time to unfasten the oil drain plug. And also he broke two filter keys to take out the dehumidifier filter.

Manel, the mechanic man, struggled to put in the right way the direction belt and Hugo from the mechanic parts made a huge mistake, and all of the parts that he had requested to the supplier, came swapped.

By the end of the day, while cleaning and tidying up the shop, they decided to go grab a snack and a beer, in order to forget such a bad day.

Pobre caro! | Poor car!

20190414_154412

- Estas madames que só pegam nos carros quando os motoristas estão doentes ou de férias, causam mais estragos que sei lá o quê! O ano passado esta conseguiu arruinar uma embraiagem na semana em que andou com o carro. Este ano, enganou-se no combustível a abastecer! Pobres viaturas... Bem, deixa-me lá ver o que consigo fazer a isto. Ainda por cima, diz que precisa muito muito do carro. Para ver se eu o consigo ter pronto ainda hoje... Já deve ter combinado com as amigas irem às compras ou ao spa, é o que é!

 

- This rich ladies that only drive when their drivers are ill or in vacations, cause so much damage to this poor cars! Last year, this one ruined clutch system in the few days that she drove. This year, she made a mistake, putting the wrong fuel in the car... Well, let me see what i can do about this. And she even asked if i could repair it today, cause she needs it desperately... To me, she needs it to go shopping or to spa with her lady friends, that's what it is!

Passeio de Domingo | Sunday walk

IMG_9113

O primeiro dia de Primavera chegou e foi impossível manter as crianças em casa. O dia cheio de sol convidava a um passeio que os irmãos exigiam desde manhã. Trabalhos de casa postos em ordem e finalmente a mãe deu o aval para a saída. Dois enormes sorrisos prencheram a cara dos miúdos e lá foram eles saltitando rua abaixo, em direcção ao rio.

Junto à agua, tantas e tantas outras pessoas passeavam também, sorrindo a estes raios de sol ainda tímidos, mas a prometer muito e muito mais. Os miúdos pediram um balão e gelados, claro! O Ricardo dos Gelados sabe bem que a Eva gosta de morango, enquanto que o Diogo prefere caramelo. Ele sabe o quão importante é conhecer os fregueses!

 

The firs day of Spring has come and it was impossible to keep children in the house. The sunny day called for a walk that the kids had been demanding since morning. After school homework done, finally the mother called them to go out. Two big smiles lightened those small faces and there they went jumping around down the street, towards the river.

By the water, so many other people were strolling around too, smiling at those shy rays of sunshine promessing a very near Spring. The kids asked for a ballon and ice cream, of course. Ricardo, the ice cream man, knows that Eva likes strawberry and that Diogo preferes caramel. He knows how important is to learn about costumers taste!

A minha terra | My hometown

IMG_9139

Sabes Rui, nasci ali naquela casa, aquela com a chaminé mais alta. Nasci e cresci.

Corria descalça na rua e só calçava os sapatos para ir à missa e à escola. Naquele tempo, não sabíamos o que eram doces, a não ser no Verão, em que um amigo nosso vinha da Alemanha e trazia "borrachinhas", as gomas de que tu tanto gostas. Tirando isso, só havia umas broas bafientas e pouco gostosas, única coisa que conseguíamos comprar no café  do António, com as nossas escassas moedas. 

Carne havia pouca, por isso, todos aprendíamos a apanhar chocos, que sabíamos cozinhar de mil e uma maneiras. Andávamos sempre com os pés na água, ora a brincar com os caranguejos, a apanhar isco para vender aos pescadores de fim-de-semana, ou ao banho na rampa dos barcos. Passávamos os dias na rua e só regressávamos a casa, ao ouvir chamar por nós, já noite, com a humidade do rio embrenhada nos cabelos.

Cresci e como era boa aluna, fui estudar e trabalhar longe daqui. Suspirava todos os dias pelo vento que me descompunha a roupa, pelo cheiro da maré que se entranhava nos cabelos e pelo balanço dos barcos onde tantas vezes brinquei.

Rui, meu neto, esta é a nossa terra. Espero que sejas feliz aqui, tanto como eu fui!

 

You know, my grandson, i was born in that house, the one with the biggest chimney. Born and raised there.

I used to run everywhere barefoot. Shoes were only for the mass and school. In that time, we didn´t know what candys were, until the summer, when a friend of ours came from Germany bringing "rubbers", the gums that you love. Beside that, we only had some disgusting musty cookies, the only thing we could bought from António's coffe shop, with our few coins.

We had almost no meat, so we all learned to catch cuttlefish and we knew how to cook it in one thousand ways. We were always with our feet in the water: playing with the crabs, catching bait to sell to weekend fishers or bathing in the boat ramp. We spend all day in the street, only returning home when someone yelled our name, usually when the night already settled in.

I grew up and as i was a good student, i went study and work far away from here. I sighed every day for the wind that mess my clothes, for the smell of the tide that mixed up in my hair and for the balance of the boats where we used to play.

My grandon, this is my hometown, and yours. I hope you are so happy here, as i was!

Avó Quicas | Grandma Quicas

IMG_8952

A Avó Quicas tem cinco netos, e todos sem excepção ficaram ao seu cuidado dos seis aos doze meses, altura que foram por fim para a escolinha. Os últimos anos foram por isso um reboliço na vida da avó. Ela confessa que gosta de tomar o seu lanche em paz, mas que delira quando algum ou alguns dos netos lhe aparecem à porta a pedir o seu famoso chocolate quente com bolachas de manteiga.

Quando a azáfama era muita lá em casa, ela expulsava-os de casa, e manda-vos ir brincar para o parque, deixando-a a braços com uma cozinha inteira por arrumar, mas assim pelo menos, podia fazê-lo com um pouco mais de sossego.

Hoje os netos reuniram-se, para tirar uma fotogafia (só podia ser no parque), que lhe darão de presente com a seguinte dedicatória: "Para a avó mais fixe e a que faz o chocolate quente mais delicioso do universo!"

 

Grandma Quicas has five grandchildren and all, without exception stayed with her from six to twelve months, when they finnaly went to school. That´s why the last years were a rustle in grandma's life. She confesses that  she now enjoys very much take her afternoon snack quietly, but that the loves when one or even more of the kids come by, asking for her delicious hot chocolate with butter cookies.

When the children get to noisy or unseteled, she usually kicked them out to the street, to play outdoors, leaving her with a all kitchen to clean, but at least that way, she could do it more quietly.

Today the kids got together to take a picture that will be their present for grandma, with the following dedication: "To the coolest grandmother that makes the most delicious hot chocolate in the universe!"