Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

A foto da vergonha | The photo of shame

IMG_7580

Andorra, viagem de finalistas, 1998, segundos antes de deslocar o ombro e partir uma perna, à frente da Maria, a miúda mais cool da escola.

Estava tudo a correr bem, já tinha descido aquela pista várias vezes, mas claro, sem a Maria estar por perto. Já no fim desta pista, dei por ela a ver-me a descer. E foi automático: perdi de imediato toda a coordenação motora conquistada nas últimas descidas. As minhas pernas transformaram-se em gelatina e eu senti que me fundia com a neve a uma velocidade estonteante.

Quando voltei a abrir dos olhos, já tinha um socorrista a colocar-me uma tala na perna e depois de ter distinguido um pouco ao longe a Maria a virar costas e a rir com as amigas, apaguei-me de novo.

Implorei aos meus pais uma viagem de volta a casa, mal saí do hospital com a perna engessada, e escusado será dizer, que passei os restantes meses até ao final do ano, a evitar a Maria.

Andorra, viagem de finalistas, 1998, naquela que foi a maior oportunidade da minha vida de conquistar a miúda mais cool da escola!

 

Andorra, senior trip, 1998, just a few seconds before i deslocate my shoulder and break a leg right in front of the coolest girl from school.

Everything was going fine. I already had descended that track several times, but of course, no Mary around. This time, just in the end of the track i spotted her looking at me, seeing me snowboarding. And that was it: i immediatly lost all coordination, my legs became some kind of jelly and i felt like snow and me became one, in a second.

When i openned my eyes, there was already a rescuer putting a splint in my leg. Saw Mary walking away with her friends laughing and i blacked out again.

Begged mom and dad to get me home as soon as i got out of the hospital and spent the months until the end of the school year avoiding Mary. 

Andorra, senior trip, 1998, in the biggest opportunity og my life, to conquer the most coolest girl in the school!

A pele mais desejada | Most wanted fur

20211205_111526

Foi difícil sair hoje do igloo: estamos no pico do inverno e faz mesmo muito frio. A princípio contrariadas, mas aos poucos menos contrafeitas, as crianças lá se levantaram e se preparam para sair com o pai e verificar as armadilhas colocadas há uns dias. Os miúdos estão a torcer para que apanhem uma raposa, que é a pele que eles preferem para fazer os agasalhos. A Cátia quer um casaco e o Tomás quer um cobertor novo para a sua cama.

O Neves, o cão da família juntou-se ao grupo, depois de várias longas espreguiçadelas, também ele pouco entusiasmado por ter de abandonar o seu poiso quente. Mas a perspetiva de talvez conseguir apanhar uma lebre-das-neves e comer uma refeição quente, aguçou-lhe o instinto e lá se colocou junto dos donos, pronto para a caminhada.

 

It was harsh to leave the igloo today: the winter is at it’s peak and it really is very cold outside. First unwilling, but slowly convinced, the kids got up and prepared them selves to go out with dad, to check the traps, placed a few days ago. The kids are wishing for a fox, wich is the most wanted fur for their warm clothes. Cathy wants a new coat and Thomas a new blanket for his bed.

Snows, the family dog joined the group, after some long stretches, having some trouble to leave it’s warm place too. But the perspective of maybe catch a snow hare and eat a warm meal, sharpened it’s instinct and finally placed itself along with owners, ready for the walk.

Pose na neve | Snow pose

IMG_2428

A pose é só mesmo para a fotografia, porque ao primeiro dia na neve, ainda ninguém domina minimamente esquis, bastões, ou snowboards. As quedas e os desiquilíbrios têm sido uma constante, assim como as gargalhadas e as tentativas de entreajuda, que invariavelmente resultam em mais um trambolhão).

Dizem-lhes que é mesmo assim. Que ao segundo dia é que se começa a apanhar o jeito e ao terceiro, se conseguirem ultrapassar as dores musculares no corpo todo, é que as coisas começam a resultar.

A família está confiante que que vão ser uns dias divertidos. Se alguém vai apanhar o jeito aos esquis, é que nem por isso!!

 

The pose is only for the fotography, as at the first day in the snow, no one masters skis, ski poles or snowboards. The falls and unbalenced moves have been constant, as well as the laughs and the attempts of helping others, wich usually ends up in more falls.

Everybody say that is the way it goes: the first day is terrible, the second one you start to get the hang of it and at the third one, if you can move from all of the sored muscles, you actually start to see results. 

The family is confidente that these will be some fun days. Not so confident if someone will get the hang of it!

Patinar pela vida | Skating through life

IMG_8159

Cair e levantar. Escorregar e ganhar equilíbrio novamente. Perder a confiança e recuperá-la no momento a seguir. Tentar uma e outra vez. Arriscar.

Seguimos todos de patins nos pés, neste ringue que é a vida. Seguramo-nos uns aos outros. Umas vezes seguramos, outras seguram-nos e às tantas já estamos a dar saltos e piruetas e sabemos que as quedas serão menos dolorosas, porque serão amparadas.

Enquanto houver uma mão estendida para nos segurar e levantar, enquanto houver um ombro que nos acolha as lágrimas, enquanto houver um sorriso que nos dê coragem, vai estar tudo bem.

 

Rise and fall. Slip and regain balance again. Loose confidence and get it back seconds later. Try over and over again. Take a chance.

We all slide, with skates in our feet, in this life ring. We hold on each other. Sometimes we hold, sometimes we are hold and when we noticed it, we are jumping and doing some pirouette, knowing that falling will be less painfull, cause they will be sustained.

As long as a helping hand is there to held us and help us to stand up, as long as we have a shoulder to host our tears and as long there is a smile to give us strength, it will all be okay.

O trenó do avô | Grandfather sleigh

IMG_8160

Há vários dias que pequenos flocos de neve caíam do céu, tão frágeis, que mal tocavam no chão, se desfaziam de imediato. A garotada andava de olhos postos no céu, à espera do primeiro grande nevão, ansiosos pelas brincadeiras na neve. Finalmente, após vários dias de espera, a neve caiu com força e durante bastante tempo e tudo ficou coberto de um manto branco. O velho trenó do avô Pedro, restaurado pelo pai do Daniel, saiu à rua, brilhante e pintado de fresco, pronto para o primeiro passeio da temporada. Os miúdos não podiam estar mais felizes. Aliás, apenas mais uma notícia os tornou ainda mais felizes: a escola estaria fechada nos próximos dois dias.

 

Small snowflakes had been falling from the sky in the past few days, so fragile, that melted immediately as soon as they touched the ground. Children had their eyes put up to the sky, hoping and waiting for the first big snow of the season, longing for playing in the snow. Finnaly,after waiting a couple of days, the snow falled hard and for quite a long time, covering the land in white. The old grandfather sleigh, restored by one of the kids father came out, shinning bright and renewed, for the first big snow. The kids couldn't be more happier. Indeed, one more new made them even happier: the school would be closed in the next couple of days!

Matias, o boneco de neve | Matias, the snowman

IMG_6179

Para alegria de todos, a neve anunciou as férias da Páscoa. Foi já com a terra coberta de um manto branco que as crianças saíram da escola no último dia de aulas. A alegria era total.

No dia seguinte logo de manhã, que isto de acordar cedo só custa no tempo de aulas, o Alexandre e a Sara deitam mãos à obra ao seu projecto para as férias: a construção de um boneco de neve!

Neva ocasionalmente na cidade, mas por norma, a quantidade é tão pouca, que em poucas horas a neve passa a lama suja e nem dá para brincar um bocadinho. Mas este ano não. O nevão foi grande e espera-se mais neve para os próximos dias.

As crianças da rua organizaram um concurso de bonecos de neve, pelo que a rua está cheia de garotos empenhados em construir o melhor boneco de neve de sempre. O vai-vem é constante, para ir buscar ferramentas (pás, baldes, ancinhos,...) e os acessórios mais originais.

O trabalho do Alexandre e da Sara segue a bom ritmo e eles têm esperança que o seu trabalho seja recompensado.

Boa sorte meninos!

 

To everyone's joy, snow announced easter break. When the children left school in the last day before break, snow was all around. It was complete hapiness for the kids.

Next day in the morning, as waking up early it's only difficult in school days, Alexandre and Sara put hands together for their project: build a snowman.

Occasionally it snows in the city, but it's usually just a few snowflakes, witch melt in no time, leaving everything covered up with a dirty mud, unsuited for playing. But this year snow came heavily and it's expected to snow even more in the next few days.

The children from the street came together and started a contest on the best snowman, so the street is full of committed kids that are trying to build the best snowman ever. Kids keep coming and going, picking up tools (shovels, buckets, rakes,...) and the most unique accessories they can find.

Alexandre and Sara's work is well underway and they hope that their effort will be rewarded.

Goog luck kids!

Tomás, esquiador de topo | Tomás, top skiier

IMG_6172

 

É o mau feitio do Tomás que tem que ser trabalhado, não as suas aptidões enquanto esquiador. Esquiar é uma coisa natural para ele. Parece que não precisa de esforço algum para fazer a manobra mais complicada e demora pouco tempo até acertar de vez com uma técnica nova. 

Seria o sonho de qualquer treinador, não fosse o seu feitio irascível, que o torna pouco querido entre os companheiros e muito pouco desejado em torneios e competições. É impulsivo e ferve em pouca água, por isso treina muitas vezes sozinho. Poucos são capazes de o aturar por muito tempo.

Ma o Tomás é também ambicioso e sabe que tem as competências e o talento para chegar longe, por isso, para a semana vai começar a trabalhar com uma antiga esquiadora de topo. Ela própria também conhecida por algumas atitudes menos adequadas em provas, quer em relação aos seus colegas, treinadores e até juízes de provas. Por isso nunca chegou mesmo ao topo e ela sabe-o. 

Se não for a Petra a conseguir amansar o Tomás, ninguém vai conseguir.

 

 

It's Tomás bad temper that needs to be worked out, not his skills as a skier. Skiing comes easily and very natural for him. Looks like he needs no effort to do the most complicated maneuver and he doesn't need much time to achieve a new skill.

He would be any coach´s dream, if he hadn't that bad temper, that turns him unwanted among his fellow athletes and undesirable in tournments and competitions. He is impulsive and he's a meltin pot ready to explode if things don't go as he desires. Very few are willing to put up to this, so he practices alone too often.

But Tomás knows that he as what it takes to achive the highest goals: he as skills and he is talented, so, next week he will start to work with a new couch: Petra. She is a former top skier and also known for some inapropriate attitudes towards her competitors, coachs and even judges. Because of that, she never make it to the top, and she knows that.

If Petra will not tame Tomás, no one will.

 

 

 

 

Aventura na neve | Snow adventure

IMG_6170

Nevou toda a noite e esta manhã a neve está óptima para esquiar. A Catarina e o Joel acordaram cedo e preparam o equipamento, certos de que iriam passar uma boas horas de diversão a esquiar na neve fresca e fofa.

Os jovens conheceram-se na universidade e depois de muitas tentativas, lá conseguiram agendar uns dias para virem até à montanha. Por estes dias vão esquecer os exames, os trabalhos que têm que fazer e a matéria que estão a perder, mas é por uma boa causa: a neve está fantástica.

A Catarina é uma esquiadora experiente. Nasceu na montanha e assim que começou a andar, começou também a esquiar. Adora sentir o vento frio a arrepiar-lhe o pescoço, gosta de sentir ramos de árvores e arbustos a tocarem-lhe as pernas enquanto desliza rapidamente, mas acima de tudo gosta de fazer parte da montanha.

O Joel é rapaz do campo e apesar de já ter visto neve, esta é a primeira vez que calça uns esquis. Tem receio, mas está entusiasmado. O brilho dos olhos da Catarina diz-lhe que pode confiar nela e o entusiasmo com que ela fala, dá-lhe vontade de aprender depressa e sair atrás dela e conhecer a montanha.

 

 

It snowed all night and by the morning the snow is perfect for skiing. Catarina and Joel woke up early and prepared their equipment, with the certain that they will spend a few fun hours in the fresh and soft snow.

The two youngs met at the university, and after several tries, here they are, up in the mountain. These days they will forget about mid term exams, all the group works to be done and all the classes they're missing. It's for a good cause: the snow is fantastic.

Catarina is an excellent and experient skier. She was born in the mountain, and by the time she began to walk, she began skiing too. She loves to feel the wind tickling in her neck, feel the lower branches from the trees touching her legs while she slides fast between them, but most of all the loves to feel that she is a part of the montain, that she belongs there.

Joel is a countryside kind of guy. He already had seen snow, but it is the first time that he's feet get to wear a pair of skis. He has a little afraid, but he is excited. The brighteness on Catarina's eyes tell him that he can trust her and her entusiastic speech lights up in Joel the wiil to learn fast and fly away with her to see the mountain.

Finalmente neve | Snow at last

IMG_6185

Finalmente nevou na serra!

A avó Matilde mora mesmo no sopé da serra e adora receber os netos e os amigos que normalmente nesta época do ano lhe invadem a casa por uns dias, para as habituais brincadeiras na neve.

Todos os anos as crianças esperam ansiosamente o telefonema da avó, a avisar da chegada da neve. E finalmente amanhã é dia de se porem a caminho. Ao final da tarde já devem estar com os pés na neve.

A avó recebe todos de braços abertos. A casa cheira a bolo acabado de fazer e a outros mimos de avó: lareira acesa, marmelada e chocolate quente.

Os miúdos não perdem um minuto e num instante saem a correr, arrastando consigo trenós, esquis e snowboards que a avó entretanto já fora buscar ao sotão, preparando o material para a chegada da garotada.

Em menos de nada, há fortes, castelos, igloos e bonecos de neve espalhados por todos o lado. Há obstáculos cada vez mais difíceis de transpor, mas o melhor de tudo, há risos que enchem a serra toda.

 

Finally snowed up in hills!

Grandma Matilde lives on the bottom of the hills and love to welcome in her home her grandchildren and their friends that invade her house for a few days in this time of the year for the tradicional playing in the snow.

Every year, the children await grandmas call to tell them that snow had fallen. Finally the phonecall came, and by tomorrow afternoon they should be with their feet buried in the snow.

Grandma welcomes every one with arms wide open. The smell of warm cake is filling the house as well as other grandmother cuddles: a warm fire place, quince jam and hot chocolate.

The kids don't want to wast time and in one second are ready and leaving the house running to the snow, taking with them sleigth, skis and snowboards that grandma rescued from the attic, preparing the arrival of the children.

In no time, the hills are covered with castles, igloos, forts and snowman every where. But most of all the hills are covered by the children laughter.

Férias na neve

Tudo pronto para uns dias passados na neve. Tudo indica que um bom nevão se aproxima e que as pistas em breve se vestirão de branco, para alegria dos amantes dos desportos de neve.

No carro já estão acondicionados os esquis e parece que ainda falta um trenó!

E para começar a viagem, que tal uma caneca de um bom chocolate quente?

 

ps: de regresso, após doença prolongada do pc!

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub