Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

PLAYMOBLOG

Estas pequenas figuras foram os heróis da minha infância. Os clicks valeram-me horas de brincadeiras partilhadas com os amigos lá da rua. Estiveram vários anos encaixotados. Hoje são um legado para a minha filha.

Time out #4: Marinhas de Sal de Rio Maior | Rio Maior Salt pans

20200606_112740.jpg

É possível produzir sal a 30 quilómetros do mar? Sim é. Em Rio Maior. 

A água salgada tem origem numa extensa e profunda mina de sal-gema, que é atravessada por uma corrente subterrânea de água doce, tornando então a água doce em água sete vezes mais salgada do que a água do mar. E o mais extraordinário é que tanto árabes como romanos, na sua passagem pela Península Ibérica, exploraram também estas salinas.

É ir, visitar e trazer um pacote de sal das inúmeras pequenas lojas que cresceram ali à volta.

Outros Time out: Monsaraz, Terena, Centro de Portugal

It is possible to make salt 30 kilometers away from the sea? Yes it is, in Rio Maior.

The salt water have it's origin in a large and deep rock salt mine. This mine is crossed by an underground fresh water stream, wich turns the fresh water into a seven times much saltier water, than the sea water. And the most extraordinary, is that arabs and romans, in their passage through Iberian Peninsula, also exploited these salt pans.

You go, see it and bring on a package of salt that is sold in many of the little stores that surrond the pans.

More Time out: Monsaraz, Terena, Center of Portugal

Time out #3: Monsaraz

20200531_110830

20200531_111401

20200531_111455

Em terra de planícies, parece impossível como é que Monsaraz ergue-se bem perto do céu. Talvez por isso se tenha mantido assim: alva e cândida. É uma delícia percorrer as suas ruas ancestrais empedradas que permaneceram imutáveis no tempo e descobrir cada recanto. Mas igualmente deslumbrante, é percorrer as muralhas, e apreciar a paisagem feita, ora sobre vinhas a perder de vista, ora sobre o maior lago artificial da Europa. É apreciar!

Mais Time out: Terena, Centro de Portugal

 

Right in the middle of flat lands it seems impossible how Monsaraz rises so close to heaven. Maybe that's why it stayed this way: white and naive. It's delicious to scroll around it's ancestral stoned streets that stay unchanged in time and to discover every corner. But equally astonishing is to walk along it's wall and admire the landscape made of vineyards and of the biggest artificial lake of the Europe. Just enjoy!

More Time out: Terena, Center of Portugal

Time out #2: Terena

Encavalitada no meio da planície, e rodeada de campos de feno, Terena convida ao descanso e a abrandar o ritmo. Nada se ouve, excepto o balir das ovelhas e os pássaros. As ruas empedradas encaminham-nos pela Rua Direita, da igreja ao castelo. O castelo em ruínas, pasto de um rebanho de ovelhas, quando lá fomos, deve ser o cenário perfeito para ver o nascer do sol. Digo deve ser, porque no primeiro dia fui incapaz de sair da cama, e infelizmente ao segundo, estava nublado e acabámos por o ver do terraço. Fica para a próxima!

Outros Time out: Centro de Portugal

Perched in the middle of the flat lands and surrounded by hay fields, Terena invites you to slow down and rest. You hear nothing, but the bleat of the sheep and the birds. The stone streets lead you trough Rua Direita, from the old church to the castle. The castle is in ruins, and it is the pasture of a heard of sheep, must be the perfect set to watch sunrise. I say it must be, cause on the first day, i fell asleep and missed it. And unfortunately, in the second day, the sky was clouded, so we watched it right in our terrace. Next time maybe!

More Time out: Center of Portugal

Time out #1: Centro de Portugal | Center of Portugal

received_529959400963393[1]

received_248532609487464[1]

 

20200229_181134[1]

Santarém - Taberna do Quinzena: À entrada cheirava a vinho, que era retirado directamente de umas grandes pipas. As paredes estavam forradas de alto a baixo com cartazes de corridas de toiros (encontrámos uma de 1971). Aqui come-se em pratos de barro e a televisão emite corridas de toirros. A carne é tenra e saborosa.

Vila de Rei - Penedo Furado: Um rio de água cristalina. Um percurso que nos conduz a um conjunto de pequenas cascatas. O silêncio da Natureza. 

Pico da Melriça - Centro geodésico de Portugal: Momento National Geographic. A vista é fantástica. Em dias claros é possível avistar a Serra da Estrela ou as planícies alentejanas. O Museu da Geodesia é pequeno mas informativo e ainda podes trazer um diploma, que te faz sentir um verdadeiro explorador.

Aldeias do Xisto - Água Formosa: No fundo de um vale, um conjunto de casas de xisto, empoleira-se sobre duas ribeiras de água transparente, que se unem. O forno e as eiras comunitárias relembram-nos que em tempos a vida era mais partilhada.

 

Santarém - Taberna do Quinzena: devoted to bullfighting. As soon as we entered reached to our senses the wine smell, that was being delivered directely from big casks. The walls were covered up from top to bottom of bullfighting posters (we found one from 1971). Here we eat in clay plates and you can see bullfights on tv. The meat is tender and tasty.

Vila de Rei - Penedo Furado: A river of clear water. A path that leads you to several small waterfalls. The silence of nature.

Picoto da Melriça - Portugal's geodesic centre: National geographic moment. The view is amazing. In clear days, you can see as far as Serra da Estrela and even Alentejo´s flat lands. Geodesic museum is small but educational, and you can even bring your own certificated as you have been in this uncomon place, that makes you feel like a real explorer.

Schist Villages - Água Formosa: On the bottom of a valley you find a bunch of schist houses, grouped together where two small rivers with crystal watres, come together. The oven and threshing floors remind us that there was a time that life was so much more shared.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D